As Career Conversations são um espaço no qual conversamos, partilhamos conhecimentos, histórias e muita inspiração que são da máxima relevância quando a aspiração é a realização profissional.
Na 9ª sessão das Career Conversations abordaremos o tema “Mudei. E agora? Desafios no pós-mudança”.

Vamos abordar os desafios específicos que surgem após a mudança profissional. O que acontece após a celebração da mudança? Serão tudo ‘rosas’ ou existirão ‘espinhos escondidos’? Esteja connosco e saiba o que acontece após a glória da mudança.

Será sobre este tema que iremos conversar durante 40 minutos. Falaremos abertamente das nossas próprias vivências, complementadas com outros casos reais e recomendações. Como é habitual os últimos 20 minutos serão dedicados às suas questões e comentários.

Esta sessão decorrerá via Zoom, no dia 2 de Junho às 13h. Contamos consigo para nos colocar questões e, se quiser partilhar a sua história.

A participação é livre. Quem se registar e assistir terá benefícios exclusivos:
– Acesso a feedback personalizado por parte da nossa equipa nos dias seguintes ao evento,
– Receberá recursos sobre o tema, para o apoiar na gestão da sua carreira.

No próprio evento serão explicados os moldes em que poderão beneficiar destas ofertas exclusivas.

Registe-se aqui:
REGISTO

Assista às gravações das sessões anteriores:

‘Career Conversation 1’ – ‘A Mudança de Carreira no contexto da pandemia’. Abordámos as aprendizagens retiradas na fase da pandemia e os factores críticos a ter em conta na mudança de carreira.

‘Career Conversation 2’ – ‘As fases da mudança sobre as quais não se fala’. Trouxemos ao de cima o que se passa nos bastidores, ou seja como se vivem as várias fases da mudança. Precisamente aqueles detalhes dos quais não se fala.

‘Career Conversation 3’ – “Quero, mas ainda não posso mudar!” Apesar de muitos reconhecerem que a actual situação já não faz sentido, decidem permanecer na mesma por tempo indeterminado. Por isso partilhámos estratégias para o apoiar nessa gestão.

‘Career Conversation 4’ – “A Síndrome do Impostor na gestão de carreira”. Esta síndrome afecta todas as pessoas em momentos específicos da vida profissional. Pode conduzir a comportamentos bloqueadores da gestão de carreira e a condicionar o desempenho. Por isso abordámos estratégias para lidar com o mesmo.

‘Career Conversation 5’ –”Já investi tanto!” – A armadilha para não mudar. Este é um discurso interno presente naqueles que possuem evidências de que a situação actual não preenche. Contudo, pesando os pratos da balança entre o que já desenvolveram até aqui e aquilo que julgam ser necessário para mudar, sentem-se desencorajados a perseguir os cenários alternativos. Este raciocínio é uma armadilha para não mudar e por isso há que saber contorná-lo.

‘Career Conversation 6’ – A ‘voz’ como estratégia de gestão de carreira. Usar a sua voz no trabalho tem impacto no seu desempenho, nas suas possibilidades de carreira e acima de tudo no seu bem-estar na relação profissional. Basta que pensemos que a partilha de determinadas opiniões, sugestões e soluções podem fazer uma enorme diferença para os objectivos e problemas a resolver. Sabemos também que nem tudo são rosas e que por melhores que sejam as suas intenções, existe uma parte que depende dos outros e do contexto.

‘Career Conversation 7’ – Mudar de carreira em tempos de crise? A decisão de mudar de carreira é muito pessoal e consideramos que precisa de informação para a tomar de forma consciente. Existem evidências e estudos que demonstram tendências conservadoras em relação ao tema. Contudo existem também cada vez mais casos em que as pessoas abraçam a mudança em pleno. O que leva a que uns sejam conservadores e outros tenham verdadeiros actos de coragem? Da nossa experiência, sabemos que ninguém sonha com uma mudança de carreira, até precisar de a fazer! Colocámos a nu o que realmente está em causa quando se opta por uma mudança de carreira, quem está preparado para a fazer e como a pode iniciar mesmo que o período que atravessamos seja de crise.

‘Career Conversation 8’ –  Valor próprio percebido e carreira – qual é a relação?
Existe um impacto directo na sua carreira, fruto da percepção que possa ter acerca do seu valor próprio. Para além de influenciar a forma como você decide e age, poderá contribuir para o incremento da sua ansiedade, procrastinação e tendência para se sobrecarregar. Muitas vezes associam-se estes sinais à falta de auto-estima. Mas na verdade são conceitos distintos: Conheça aqui as diferenças entre a auto-estima e o valor próprio e de que forma se manifestam na carreira. Saiba os desafios que nós próprias já tivemos, os exemplos de outros que já acompanhámos, bem como recomendações que pode activar.

Estamos à sua espera!
REGISTO